Alegoria à Industria e ao Comércio
Cultura

Alegoria à Industria e ao Comércio

Recordando a Fábrica Brandão, Gomes & C.ª
Muitos ainda se lembrarão do painel em gesso, (a simular bronze) que encimava as escadas que davam acesso aos escritórios da Fábrica Brandão, Gomes & C.ª. A foto que apresentamos acima, ajuda a recordar esse mesmo painel que representava uma alegoria à Indústria e ao Comércio, as actividades levadas a cabo pela sociedade Brandão, Gomes & C.ª.

Recorrendo à Alegoria, muito em voga nas artes decorativas desde o final do séc. XVIII, não esquecer as estátuas alegóricas que coroam as platibandas e cimafrontes dos edifícios azulejados datados desse período, que, aliás, Espinho é "detentor” de numerosos exemplares, este painel em gesso de alto relevo, representa a Indústria, uma figura feminina de peito desnudado que segura um martelo na mão direita e aparece sentada numa bigorna com o braço esquerdo apoiado numa roda dentada, utensílios esses, que, em termos simbólicos, remetem para a atividade industrial. Ao fundo, e em 2º plano, a imagem da fachada da Fábrica Brandão, Gomes & C.ª reforça a atividade industrial, revelando de forma inequívoca a indústria que se pretende representar.

No lado direito, a alegoria que visa representar o comércio, recorre à representação do deus Mercúrio, tradicionalmente associado ao comércio, e que, neste caso, é representado com um capacete alado e um caduceu na mão esquerda. Junto às pernas, as caixas de expedição dos produtos Brandão, Gomes.  Em 2º Plano, uma embarcação que remete para o escoamento dessas mesmas caixas de expedição, que, detendo no seu interior os preciosos produtos produzidos pela indústria Brandão, Gomes & Cª., por intermédio dessas mesmas embarcações, são comercializados nos 4 cantos do Mundo. O capacete alado de Mercúrio visa simbolizar agilidade, e o caduceu, neste caso formado por um bastão e duas serpentes, simboliza respectivamente: poder e sabedoria. Ao centro do painel, completando o conjunto, o Logótipo da Fábrica Brandão, Gomes & C.ª.