Apresentado “Mar Pedagógico – inclusão é a condição” na Escola Sá Couto
Cultura

Apresentado “Mar Pedagógico – inclusão é a condição” na Escola Sá Couto

A Escola Sá Couto do Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Laranjeira desenvolveu um projeto educativo inclusivo, em parceria com o Museu Municipal de Espinho intitulado "Mar Pedagógico — inclusão é a condição”. Este projeto está integrado no Plano Nacional das Artes e contou também com a colaboração de outras entidades.

Segundo a professora Regina Coelho, coordenadora do projeto, este concretizou-se com a realização de um conjunto de atividades em colaboração com diversas entidades culturais locais, que conduziram à vivência de momentos ricos pelos alunos, em espírito de partilha de experiências e aprendizagens significativas, que vincularam todos os membros da comunidade educativa numa finalidade comum.

O projeto foi muito dinâmico e contou até ao momento, com um total de cerca de 40 atividades com as turmas do 5.º ao 9.º ano. As atividades realizadas por parte do Serviço Educativo do Museu Municipal de Espinho, que foram 30 no total, foram concebidas no sentido da promoção do Património e História locais.

No passado dia 30 de março, foi a conclusão deste projeto com a mostra dos trabalhos realizados durante estes últimos meses, que contou com a presença dos familiares, estudantes, professores, o diretor do agrupamento das Escolas Dr. Manuel Laranjeira, Vítor Oliveira, com a vereadora da educação da Câmara Municipal de Espinho, Maria Manuel Cruz, e com o Presidente da Junta de Freguesia de Anta e Guetim, Nuno Almeida.

Este momento foi também abrilhantado pelo Coro dos Amigos da Música e pelo seu Maestro Fausto Neves.