Cultura & Património

"Mar Pedagógico, inclusão é a condição" arrancou na EB2/3 Sá Couto

Projeto educativo conta com a colaboração da Divisão de Cultura da CME
O Museu Municipal de Espinho encontra-se a colaborar no desenvolvimento de um projeto educativo inclusivo, em parceria com a Escola Sá Couto, do Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Laranjeira intitulado "Mar Pedagógico - inclusão é a condição". O projeto está integrado no Plano Nacional das Artes.

Segundo a professora Regina Coelho, coordenadora do projeto, este concretiza-se pela realização de um conjunto de atividades em colaboração com diversas entidades culturais locais, que conduzam à vivência de momentos ricos pelos alunos, em espírito de partilha de experiências e aprendizagens significativas, vinculando todos os membros da nossa comunidade educativa numa finalidade comum.
 
O projeto é dinâmico e  conta até ao momento, com um total de cerca de 40 atividades com as turmas do 5.ºano ao 9.º ano, onde estão incluídos onde todos e cada um dos alunos, independentemente da sua situação pessoal e social. Este projeto vem também responder ao direito de cada aluno a uma educação inclusiva que responda às suas potencialidades, expectativas e necessidades no âmbito de um projeto educativo comum e plural contribuindo assim, decisivamente, para maiores níveis de coesão social e a aquisição de um nível de educação e formação facilitadoras da sua plena inclusão social.

As atividades a realizar por parte do Serviço Educativo do Museu Municipal de Espinho, que serão 30 no total, foram concebidas no sentido da promoção do Património e História locais.

Entre as entidades parceiras neste projeto, que irá desenvolver-se ao longo do presente ano letivo, encontram-se ainda o professor Fausto Neves, que dirige o "Coro dos Amigos da Música", a artista Ana Pais Oliveira, o professor Hugo Marinheiro (ambos com residência artística no Museu Municipal de Espinho), a Promoção Cultural da C. M. de Espinho, a Academia de Música (ensino articulado), a Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva, A Nascente - Cooperativa de Ação Cultural (Teatro Popular de Espinho, Animartes e Oficina Cerâmica), O Coro dos Amigos dos Bombeiros Voluntários de Espinho e a Banda da Cidade de Espinho - maestro, Helder Tavares . O desafio lançado a estas entidades passou pela criação de respostas educativas diversificadas e adequadas ao perfil de funcionalidade de cada aluno, proporcionando a TODOS o sentido de pertença em verdadeiras condições de equidade, e que possibilite acima de tudo, o desenvolvimento de diferentes áreas curriculares e diferentes áreas de competências consideradas no Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória.